Miercolesia #2

23 novembro 2011
Hoje ,como na outra quarta, estou contente. Até coloquei no facebook que estou faltando cuspir flores. Mas acho que essa leveza que estou sentindo é porque meus pensamentos estão um pouco de lado hoje. É tipo como se somente o que importasse é o agora. Essa poesia talvez reflita um pouco isso.




Verbo Ser
Que vai ser quando crescer? Vivem perguntando em redor.
Que é ser? É ter um corpo, um jeito, um nome? Tenho os três.
E sou? Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome,
Corpo e jeito? Ou agente só principia a ser quando cresce?
É terrível, ser? Dói? É bom? É triste? Ser: pronunciado tão
Depressa, cabe tantas coisas? Repito: ser, ser, ser. Er. R. Que
Vou ser quando crescer? Sou obrigado a? Posso escolher? Não
Dá para entender. Não vou ser. Não quero ser. Vou crescer
Assim mesmo. Sem ser. Esquecer.


Carlos Drummond de Andrade

Talvez não faça sentido, vou explicar. Ultimamente pareço me preocupar bastante com meu futuro, o que quero? O que vou fazer quando acabar o ensino médio? Então hoje eu simplesmente Esqueci um pouco toda essa história. É bom esquecer o que pertuba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar e volte sempre !