Ping-Pong: Blogueira Liliana Lacerda

08 dezembro 2011
Para estrear o Ping-Pong, escolhi a querida Liliana Lacerda. Primeiro gostaria de agradecer a atenção dada por ela. Agora sem mais de longas, apreciem o Ping-Pong!
EU: Roxo
LILIANA: Vermelho (escolha dela)
Poderia da uma breve apresentação da sua pessoa?
“Nasci pra ser crítica: do mundo, das coisas, dos sentimentos... E principalmente de mim mesma (risos)."
Qual a principal razão para você ter criado o blog?
“Bem... eu amo ler e escrever. Irei trabalhar como revisora e sonho em publicar alguns livros. O blog foi o meio mais possível que tive de desenvolver o meu futuro. É como um degrau na minha escada. Além disso, é um prazer imenso... E me fez conhecer muita gente e muito do mundo literário, o qual tanto quero lidar minha vida toda.”
Ok, vou voltar em um assunto depois, mas vamos seguir o papel antes. O que você mais gosta de postar?
“Sobre livros! (risos) Sem dúvida... gosto muito de falar sobre filmes também. Mas, livros ainda são a minha prioridade.”
Você se considera uma bookaholic (leitora compulsiva)?
“Sinceramente? Não. A leitura, para mim, é um refúgio e prazer. Mas, não uma obsessão. Leio que dá vontade, quando dá vontade. Não me obrigo a ser igual a todo mundo e não me importo com quantidade.” Admirável isso!
Para um livro chamar sua atenção, o que ele precisa ter?
“Não sei se tem uma fórmula certa para isso.
Mas creio que personagens com presença contribuam muito.
Gosto de enredo, mas acho que disso nada vale, se não tiver um personagem que torne aquilo tudo único e fascinante.”
Tem algum livro que marcou para você?
“(risos) Alguns!
Vou escolher três.
Você tem meia hora, da Camila Nascimento
A Guardiã da Minha Irmã, da Jodi Pícoult
A Sombra do Vento, de Carlos Zafon
É difícil... Me lembro de, pelo menos mais três... Mas, vou me contentar com esses! (risos)”
Você gostaria de indicar algum livro?
“A Maldição do Tigre, da Coleen Houck. É DE-MAIS!
Ele mostra um lado completamente fascinante da Índia... Tem um lado completamente real e outro totalmente mágico. É contraditório e fascinante. Mal vejo a hora de ter o segundo em mãos: ‘O Resgate do Tigre’. Promete!”
Sim, na primeira pergunta, você disse que sonha em publicar alguns livros, então você escreve? O que te inspira e quais são suas histórias elas falam de que?
“Bem, eu gosto de escrever desde pequena... Minhas primeiras histórias eram uma graça (risos). E desde já, demonstrei o quanto era descritiva.
Eu tenho atualmente três manuscritos e pretendo publicá-los. Um deles, inclusive, já tem tudo pronto. Estou apenas revisando. Quando o farei? Não sei. Como eu disse, faço tudo por prazer. E quando me sinto pressionado, tendo a recuar (risos).
Externamente, o que me inspira é a vontade de levar felicidade às pessoas... Da mesma forma que muitos escritores fizeram comigo. É um orgulho imenso ver que alguém reconhece seu esforço e gosta de seu trabalho. É exatamente gratificante. Quero levar o máximo de sorrisos possíveis.
Quanto aos manuscritos... Um deles prefiro não entrar em detalhes porque não está quase nada desenvolvido. Um dia, estava na faculdade, a história me veio a cabeça e fiz uma introdução. O deixei engavetado porque estava trabalhando no meu primeiro rascunho. O qual escrevo faz 4 anos.
Ele terá um complemento... A partir da visão de outro personagem. Por isso, dois dos livros estão interligados profundamente.
O que estou trabalhando no momento é o início da história de Lúcio. E quando digo início, é o que realmente quero dizer. Ele tinha 20 anos quando sua vida começou, antes disso, era uma existência. Ele pôde ver e entender as coisas depois que sua redoma foi quebrada e sentiu como as coisas eram reais.
Ele é meu xodó, deu para reparar, não é? (risos) Lúcio é criado, desenvolvido e baseado no orgulho. O nome do livro será ‘Orgulho’ (tenho uma queda pelas pecados capitais)."

JOGO DE PALAVRAS
Aniversários: Detesto
Um dia: Vou sair de casa. Gente sou muito revoltadinha (risos)
Um lugar: Meu quarto
Um hooby: Escrever
Uma comida: Lasanha
Uma cor: Vermelho
Uma flor: Lírio
Um filme: Coração Valente
Um livro: Água para Elefantes
Uma música: Je Cours – Stromae
Faça um convite para o seu blog
“Bem, tenham o livre arbítrio de clicar nesse link e visitar o blog que acolhe todos os excluídos da sociedade: daqueles que têm pilhas de livros, subentendem mil significados para filmes. Que na verdade, faz parte da nata: venha visitar o blog Ovelha Negra!”



Então, você já sabe ao Ovelha! Obrigada Liliana e espero que tenham gostado do nosso primeiro Ping-Pong.

5 comentários:

  1. Ah, eu adorei participar, adorei ser convidada... Foi muito fofo da sua parte! :)
    Gostei mesmo e ri bastante ao reler!
    Obrigada pelo carinho! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Foi um prazer, amei fazer o primeiro ping-pong com você.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Nossa Raquel, eu gostei bastante da coluna. Seria uma ótima ideia participar! Bjus

    ResponderExcluir
  4. Muito legal a coluna =D
    As perguntas ficaram bem criativas e adorei as respostas da Liliana.

    Bjs...
    Assunto Sobre Livros

    ResponderExcluir
  5. Obrigada meninas,estão convidadas também. Sim as respostas da Liliana fora ótimas.
    Beijo

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !