Entrevista com a Camila Dornas

15 fevereiro 2013
Depois de entrevistar a Nanda Meireles, fiquei com muita vontade de conhecer mais outros autores parceiros aqui do blog! E dessa vez quem topou foi a Camila Dornas que acaba de lançar o seu livro que já resenhei (Aqui) e me apaixonei por completo, vamos saber mais sobre ela?


- Nos conte um pouco sobre você.
Moro em Brasília. Amante de boa música, apaixonada pelo bom e velho Rock n´ Roll . Sou uma leitora compulsiva, compro tantos livros que tenho uma estante só de livros que nunca li. Escritora por paixão. Sou muito intensa, levo todas as emoções ao extremo. Meus amigos costumam dizer que sou muito sonhadora, que saio do ar às vezes, e acho que isso é verdade. De vez em quando, nem uma banda de trombones consegue me tirar dos meus pensamentos. Sou um pouquinho de tudo, e ao mesmo tempo, ainda estou tentando me encontrar
- A Linhagem é seu primeiro livro; desde quando decidiu se tornar autora? Quando começou a escrever?
Comecei a escrever desde muito pequena. Mal tinha nove anos e já escrevia pequenos contos e esse tipo de coisa. Eu tinha um daqueles diários com pequenos corações como fechadura, que carregava para todos os lados, e desde então fui apaixonada pelas palavras. Mas faz pouco tempo que realmente me olhei no espelho e pensei ´´ Quero ser escritora``. Não foi algo planejado, fiz o que amava e o resto aconteceu naturalmente.
- De onde surgiu inspiração para escrever a história de Evangeline?
É engraçado. A primeira vez em que pensei sobre a história de Evangeline foi olhando um desenho incrível que um amigo fez pra mim, de um vestido do século XVIII. Fiquei imaginando os Bailes, os amores impossíveis. Naquele momento ela veio prontinha na minha cabeça. Estávamos na praça de alimentação de um shopping, e eu escrevi o esboço todo em um guardanapo rsrs. O resto da história surgiu quase como se Evangeline estivesse sussurrando no meu ouvido.
- O livro se passa no século 18, é como se realmente tivesse vivido naquela época, fez muitas pesquisas para chegar até os detalhes? Como desenvolveu o livro?
Foram meses de pesquisa. Demorei mais tempo pesquisando do que realmente escrevendo o livro. Mas também foi bem divertido. Adorei ficar babando nos detalhes daquela época, e comparando os costumes com os atuais. Tive que pesquisar sobre as roupas, a religião, as comidas típicas e várias outras coisas. Realmente me imaginava escrevendo com penas, usando lampiões e espartilhos, e deus do céu, vivendo sem um chuveiro ( risos).
- Algum dos personagens foi inspirado em alguém que conheça de fato?
A maioria dos personagens surgiu na minha cabeça do nada, implorando para contarem suas histórias, mas é impossível não ser influenciado por pessoas ao seu redor. A Evangeline tem muito de mim, e ao mesmo tempo, somos completamente diferentes. Já os outros personagens sempre acabam pegando uma mania, ou quem sabe um jeitinho de alguém que conheço.
Eu estava com Henry. Seus lábios macios tocavam os meus famintos. Eu sentia claramente seu cheiro, cheiro de floresta. Suas mãos percorriam meu corpo, cada centímetro dele, me fazendo pegar fogo. E eu queria me entregar a ele. Eu sabia que iria. - Capítulo 4
- Henry ganhou meu coração; mas e a criadora tem algum personagem que goste mais?
Essa é uma pergunta difícil. Não vou pelo óbvio e citar os protagonistas rsrsrs. Cada um dos meus personagens tem um lugar especial no meu coração. Tenho uma ligação bastante especial com Morgana, e simplesmente adorei escrever o Dorian. Ele é um personagem que tem tanto a dizer, que poderia escrever outro livro sobre o ponto de vista dele.
- Como foi o processo de publicação de seus livros?
Tive a sorte de ser aceita pela primeira editora para qual enviei o livro. Mas ser escritora nesse país não é fácil. Precisamos lutar muito e estar preparadas para todas as possibilidades. Tenho a alegria de dizer que o mercado editorial já cresceu para os autores brasileiros em relação há alguns anos, mas ainda temos muito o que crescer. Ainda estou lutando pelo meu espaço, mas confesso que foi um prazer publicar o livro pela Novo Século. Todo mundo foi super atencioso e eles deixaram o livro lindo pra vocês.
- Como está sendo o retorno de sua obra?
Estou muito feliz em ter recebidos críticas maravilhosas de blogueiros que admiro muito. Quanto às vendas, eu estou vendendo o livro e fico muito feliz em dizer que tenho visto muitos leitores interessados na obra. Ainda não dá para dizer qual será o futuro de A linhagem, sendo que ele acabou de chegar às livrarias, mas espero que tenha uma boa saída para que eu possa apresentar ainda mais histórias para vocês no futuro.
- Já tem alguma previsão para outro livro?
No momento, estou trabalhando em um novo projeto. Mas há a possibilidade de uma nova história, sobre o ponto de vista de Aghata, onde poderemos saber mais sobre a mãe de Evangeline e sobre o passado dessa personagem. Ainda não é nada certo, mas estive considerando a hipótese.
- Eu li o livro e amei, mas o que diria para quem ainda não leu?
Leia o livro! Rsrs. A linhagem é uma história para aqueles que gostam de um romance sobrenatural, de uma mocinha forte e de aventura.
- Pode dar alguma dica para futuros escritores?
Leiam muito e estejam preparados para lutar por isso. Escreva com seu coração, ame aquilo que você faz e não desista no primeiro obstáculo que aparecer em seu caminho. Coisas maravilhosas realmente acontecem, às vezes quando você menos espera.

Então gostaram? Quem quiser saber mais sobre o livro acesse a Page no Facebook, a página no Skoob e o blog da autora! 


13 comentários:

  1. Parabéns pela entrevista Raquel! Estou ansiosa para ler o livro da Camila Dornas, A Linhagem! Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi, adorei a entrevista. Deu vontade de ler o livro
    Beijocas
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a entrevista!!

    Beijo,
    www.estanteseletiva.com

    ResponderExcluir
  4. Acho legal esse livro, mas não sinto vontade de ler =/
    A entrevista foi legal, serviu pra conhecer melhor a autora e o trabalho dela. Bom.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela entrevista! É muito legal conhecer um pouco mais sobre os novos escritores brasileiros.
    Tenho muita vontade de ler esse livro, que já está na minha wishlist.

    ResponderExcluir
  6. Já vi muitas críticas positivas a respeito deste livro, estou ansiosa para lê-lo, e a entrevista ficou ótima!!

    ResponderExcluir
  7. gostei da entrevista
    realmente é mt dificil ser escritora nesse país

    ResponderExcluir
  8. Amei amei a entrevista... Soube questionar muito bem e ela soube responder divinamente!
    Me chamou muito atenção o fim da entrevista!
    '' Escreva com seu coração, ame aquilo que você faz e não desista no primeiro obstáculo que aparecer em seu caminho. Coisas maravilhosas realmente acontecem, às vezes quando você menos espera.''
    Muito legal! A autora é super simpática!
    Sucesso a ela! :D
    Obrigado por comentar no meu blog
    Beijos
    Gabriel - Corações de Neve

    ResponderExcluir
  9. Amei sua entrevista Raquel.Camila já é uma das parceiras lá do blog.E sempre que procuro a ler resenhas do livro,só leio criticas muito boas.
    A entrevista nos apresenta mais os autores e assim podemos estar cientes de quem são.Os conhecendo e admirando.E Camila já esta em minha lista de autores preferidos(Não é bajulação.KKKKKKKKK).
    Adorei conhecer um pouco mais sobre esta autora que nos promete leituras fascinantes.

    Beijokas Ana Zuky

    sanguecomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. gostei bastante da entrevista é sempre bom sabermos mais dos que traz um mundodiferente do comum!

    ResponderExcluir
  11. Gostei da entrevista, ela parece ser muito querida. Ainda li A Linhagem, mas já quero continuação. :P

    ResponderExcluir
  12. Sou louca para ler o livro dela! Amei a entrevista!

    ResponderExcluir
  13. Entrevista maravilhosa!
    Amo entrevistas, conhecer um pouco mais dos autores é sempre bom!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !