Lola e o Garoto da Casa ao Lado, por Stephanie Perkins

07 março 2013

Lola e o Garoto da Casa ao Lado, de Stephanie Perkins
Novo Conceito, 288 páginas
A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda... ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa – mais brilhante, mais divertida, mais selvagem – melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket – um inventor habilidoso – sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.
 Lola é uma adolescente de dezessete anos com hábitos inusitados de se vestir, ela aposta em diferentes figurinos incluindo perucas e elaborados vestidos, e se engana quem pensa que costurar é o seu maior desafio! Ela enfrenta constantemente as cenas que seus pais Nathan e Andy fazem toda vez que se deparam com seu namorado Max; ela tem uma mãe difícil de engolir; e um passado amoroso do qual não consegue esquecer e que a assusta toda vez que olha para a janela vizinha, e esse passado tem nome: Cricket.
Perkins conseguiu abordar temas polêmicos como união homoafetiva e drogas sem cair do salto, ela não aborda tais assuntos para constranger, mas de uma forma que mostra que todos somos iguais. Os pais de Lola são exigentes e preocupados como a maioria dos pais. E o problema de sua mãe é algo que vemos tanto hoje em dia, algo que a personagem precisa superar, aceitar e aprender a ajudar.
Max é o típico namorado problema, além de ser vocalista de uma banda de rock, ele fuma e bebe, ou seja uma péssima influência (não estou generalizando) e é mais velho que ela, o que faz com que muitos desconfiem da relação. Vi Lola querendo desafiar os outros com o namoro e no começo cheguei a pensar o mesmo de suas roupas, mas vi que essa era a personalidade dela mesmo. 
A trama se desenvolve quando seu vizinho Cricket Bell retoma a casa ao lado, remoendo lembranças, desejos e sentimentos que ela pensava ter esquecido. Tudo se desenvolve de forma calma e doce, sem precipitar o leitor. 
Estava ansiosa pela colocação de Anna e St. Clair, personagens do outro livro da autora, Anna e o Beijo Francês, e vou ter que repetir que Lola me desagradou no início me fazendo ansiar pela descrição onde o casal que eu já conhecia aparecia.
Antes da metade do livro Lola me ganhou e já estava completamente anestesiada com o romance juvenil, já havia tomado as dores da personagem e já tentava arrumar uma solução para os seus problemas.
Outro motivo de querer ler foi por conta do título que me remete a um outro de Meg Cabot, O Garoto da Casa ao Lado, fiquei com medo dos livros serem semelhantes e me enganei, nenhum tem nada a ver com o outro, são histórias completamente diferentes.
A diagramação não deixou a desejar, tradução ficou perfeita sem erros no vocabulário e o detalhe em cada capítulo simples me encantou, assim como a capa, a folha meio amarelinha ajudou nas minhas leituras noturnas, não sei porque gosto de ler a noite!
Perkins conseguiu me conquistar mais uma vez, mas se você espera algo insólito este não é o livro, assim como os filmes românticos o final é previsível e até clichê, é aquele tipo de coisa que você já sabe. Mas ainda assim eu recomendo porque eu sou uma grande amadora de filmes românticos e adoro um clichê (risos), um livro para apaixonados por romances e para aqueles que gostam de um enredo mais juvenil.
 


13 comentários:

  1. eu gosto de ler a noite sabe, entao folhas amarelas ajudam mt xp
    ah eu sou doida pra ler o livro, acho a capa linda e acredita que eu já ganhei ele? pois é, mas por problemas com as blogueiras eu disse que nao precisava mais me dar o livro pq elas me trataram super mal, enfim. ashusahu agora estou sem o livro ;w;
    adorei a sua resenha

    ResponderExcluir
  2. Olá Raquel!!
    Eu também adoro ler a noite, acho que é mais tranquilo!
    Eu adoro finais clichês também, esse livro é muito fofo, é um livro bem juvenil, mas com um romance bem gostoso!
    No inicio não fui muito com as atitudes da Lola e aquele namorado dela era muito estranho, adorei o relacionamento dela com seus pais,outros personagens fofos!
    A narrativa é bem envolvente, me deixava numa curiosidade, fica pensando: "só vou ler mais um capítulo" e quando via já estava mais da metade do livro!
    Adorei sua resenha!

    Beijão Flor!!
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Já havia lido sua resenha na review e não deixo de dizer como ficou boa! Cara... a cada dia que passa vamos escrevendo melhor, temos confiança nas nossas palavras e nelas colocamos veracidade.
    Adorei a sua resenha e não vejo a hora de ler este livro.
    Beijo
    Gabriel - Corações de Neve

    ResponderExcluir
  4. Oii!!
    E eu achando que era a única que preferia ler a noite rsrs'
    Gosto muito da escrita da Stephanie, lembro quando li Anna e o Beijo Francês, que li super rápido um dia, por estar gostando demais da estória, do enredo e do cenário. Ainda não li este livro, mais estou com muita vontade, quando Anna e o Beijo Francês. é um romance fofo que não aborda muitos temos polêmicos, esse já é um pouco diferente, mais mesmo assim tem um romance fofo, eu acho!
    Doida para ler. Gostei bastante da sua resenha :D
    Beijokas

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto de ler a noite, é tudo mais calmo haha O problema é que ler nesse horário não rende muito pra mim, pois logo o sono chega :/
    Eu to louca pra ler esse livro, é muito bom ver resenhas positivas de um livro que tu quer mt ler *---*

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha. Estou com Lola e o Garoto da Casa ao Lado para ler em casa, e não vejo a hora de lê-lo *----*
    Beijos,

    Letícia
    www.odomdaescrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. OI Raquel,bom sem comentários sobre este livro(hahahaha).estou loucamente louca para ler ele(isso porque já o tenho em mãos.Hahahaha).Mas sempre que leio uma resenha do livro fico mais fissurada(por que sera!Hahahaha).
    Amei ler sua resenha,e agradeço por não soltar spoillers(claro!pois ainda não o li).
    esta personagem Lola realmente deve ser muito hilaria.Foi este um motivo por eu ter comprado o livro e estar louca para ler.Adoro ler um livro onde sei que vou me distrair e rir muito.E a parte romantica(suspiros)é o que deixa o livro mais atrativo,não é!
    Agora só esperar minha lista diminuir para ler(hahahaha).
    Raquel parabéns pela resenha!!!!!!!!!!!!!!

    Beijokas Ana Zuky

    sanguecomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Raquel
    Eu ganhei esse livro em um sorteio , mas até hoje não li , mesmo querendo muito , sempre chega um e acabo deixando o pobre coitado de lado .. hehehehe
    Como amo livros românticos , sempre esperamos o mesmo final ... Happy End .. hehehehe
    Os livros com temas mais juvenis , estão me conquistando ... Vou fazer uma focinha para ler depois da sua resenha , gostei muito parabéns !
    Beijos !!

    ResponderExcluir
  9. Parece bom.. mas tô sem grana pra comprar..
    muito romance, parece que uma pitada de confusão e diversão..

    adoraria ler..

    ResponderExcluir
  10. Desde que foi lançado to querendo ler, o livro parece ser bem legal e fofo!

    ResponderExcluir
  11. Eu não me interessei pelo livro quando lançou, mas lendo sua resenha foi a primeira vez que fiquei com vontade de comprá-lo. Gostei mesmo.

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha.
    Eu gosto de um bom romance, mesmo os clichês.
    Esse livro parece interessante, conta uma história que flui facilmente, sem grandes dramas, uma boa leitura para relaxar.
    Vale a pena lê-lo.

    ResponderExcluir
  13. De fato Lola foi é um livro que desejo muito, o enredo da historia me chamou bastante atenção e é bem atual, alem do que os personagens são lindos Lola parece ser bem divertida. Tambem gostei de Max (seu fofo)! Enfim nao preciso disser que quero ler o livro e que ele ja esta na minha lista.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !