Desbloqueia - Parte 2

15 outubro 2013

Oi pessoal, tudo bem?
Eu queria postar uma resenha hoje, mas estive tão enrolada nesses últimos dias que não consegui finalizar a minha leitura. Por isso vim postar a continuação de uma matéria quase esquecida. Lembram-se quando fiz o Desbloqueia - Parte 1? Quem não viu clique aqui.
Já pensou em exercitar a sua mente?
Não falo dos instrumentos utilizados nas academias, afinal não dá para colocar o nosso cérebro numa esteira. Estamos sempre reclamando da rotina, do quanto ela é tediosa. Além de ser cansativa ela também prejudica o cérebro. Afinal quando nos acostumamos a realizar determinadas tarefas de um jeito não o fazemos mais de outra forma, e assim restringimos a nossa imaginação. Já falei sobre as pesquisas que fiz e encontrei algo muito curioso e inteligente que gostaria de dividir com vocês.
Basicamente o assunto de hoje é: Saia da rotina!

Vocês conhecem a Neuróbica? Também conhecida como ginástica do cérebro, a Neuróbica foi desenvolvida por Lawrence Katz, autor do livro “Mantenho meu cérebro vivo”.
E qual o objetivo disso Raquel? O objetivo é apresentar uma forma equilibrada, confortável e agradável de estimular o cérebro.
As sinapses são as regiões dos neurônios responsáveis pela transição dos impulsos nervosos entre as células, elas são os estimulas e passam de um neurônio para o outro por meio dos neurotransmissores (substâncias químicas produzidas pelos neurônios). Há mais de sessenta neurotransmissores identificados e você já deve ter aprendido isso na escola, o nome Serotonina ou Acetilcolina não te lembra nada? Pois é, além desses outros também possuem um papel muito importante na área cerebral. Bom aonde quero chegar com isso...
Acontece que com o avanço da idade nós perdemos a capacidade de formar sinapses. Até o início da adolescência o nosso cérebro é moldado e as sinapses em excesso vão sumindo, ficando apenas as mais utilizados durante a infância.
Estudos mostraram que o cérebro humano pode perder de cinco a dez por cento de seu peso entre vinte e noventa anos, o que na minha opinião é muito. Aprender leva a formação de sinapses, e realizar atividades que não são rotineiras também as incentiva. Isso é o que Katz explica com a Neurótica.
“Quando o cérebro humano se distende para abrigar uma ideia nova, nunca mais volta à dimensão anterior.”
                                                                                         – Oliver Holmes
A Neuróbica propõe exercícios – que pratiquei um pouco – e vou sugerir para vocês também. O plano é sair da rotina, fazer coisas que o seu cérebro não está acostumado. Que tal andar de costas? Não estou louca gente, esse é um dos exercícios propostos. Vai lá andar de costas e volta para ler os outros exercícios!
1- Vestir-se de olhos fechados;
2-  Escrever e escovar os dentes com a mão esquerda, ou com a direita se for canhoto;
3- Estimule o paladar e faça combinações inusitadas para comer (afinal a intenção é estimular todos os sentidos, e a tenha cuidado claro, não faça algo que vá te levar para o hospital);
4- Ao ler uma palavra pense em cinco que comece com a mesma letra.

Bom já chega! Quem dizer saber mais outros exercícios é só pesquisar. Estimule seu cérebro, tudo que é estimulado cresce e se aperfeiçoa. Li uma curiosidade que eu não sabia, aquela imagem famosa de Einstein com a língua para fora e o olhos esbugalhados o mostra estimulando o cérebro, quem diria, sempre achei que aquela imagem tinha alguma relação com loucura. Mas vamos combinar que Einstein não era louco, e sim um homem muito sábio que já até comentei aqui.
Enfim! Espero que tenham gostado, até mais.


Fontes: Parágrafo e Ginástica Cerebral.

7 comentários:

  1. Oi Raquel!

    Muito boa a postagem.
    Sei de um exercício que ensinaram, pois todos temos o costume de percorrer os mesmo caminhos para o trabalho, casa, mercado ou que seja, o exercício é fazer caminhos diferentes. Gostei do andar de costas e se não estivesse no trabalho lendo rapidinho eu faria kkkkk

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gostei desses exercícios. Pratico tanto o de andar de costas que meu cérebro certamente já está acostumando a essa rotina. AHAUHA Mas farei os outros :D
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá Raquel!
    Adorei a postagem, que exercícios loucos haha... mas acho que irei faze-los! É muito bom sair da rotina!!
    Beijos!
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Raquel, que postagem 10!
    Sério, são dicas básicas que fazem uma baita diferença. Eu já faço as coisas com a mão esquerda, só para dar uma treinada. É bem legal mesmo.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  5. Ótima postagem, amei as dicas. A que eu achei mais interessante foi pensar em outras 5 palavras que começam com inicial da palavra que eu acabei de ler (acho que é isso), hahaha. Definitivamente, é uma coisa bem interessante, o nosso cérebro se adapta tanto a uma rotina, que você acaba fazendo sem nem prestar atenção.

    Beijos,
    orocardovento.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Adorei esse post ja vou é começar a fazer isso pois o negocio aqui ta feio o.o
    Ps: Curiosa para a parte 3!


    xx

    ResponderExcluir
  7. Nossa, adorei este poste.Olha mesmo sem querer eu exercito minha mente.Pois as vezes não sei o que me dá,eu ando de costas(pois é meu marido acha isso esquisito. Hahahahaha),mas as vezes faço.Escrever ou fazer algo com a esquerda,também faço de vez enquanto a pensar em 5 palavras com o incio de alguma que já li.Bom acho que isso é uma mania de leitor,mas sempre faço isso.Hahahahahahaha
    Adorei este poste e vou procurar a saber mais sobre outros exercícios.Sabe né,exercitar a mente nunca é demais.

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !