Novidades #45

20 outubro 2013

Oi viajantes, tudo bem?
Mais um domingo, mais novidades. E hoje eu separei os lançamentos da Companhia das Letras e Seguinte para mostrar, não sei se notaram, mas mês passado não fiz nenhum post com as novidades da editora e abaixo também tem alguns lançamentos de setembro. Veja! 
 
BULLET PARK TÍTULOpor John Cheever  Bem-vindo a Bullet Park, uma cidade em que até os burgueses mais engomadinhos conseguem se assustar com a sua própria imagem no espelho. Nesse ambiente exemplar, John Cheever retrata o fatídico encontro de dois homens: Eliot Nailles, um bom sujeito que ama sua esposa e seu filho de forma contente e um tanto alheia, e Paul Hammer, um bastardo cujo nome veio de um simples instrumento caseiro e que, após passar metade da vida a esmo, vai morar em Bullet Park com um objetivo - assassinar o filho de Nailles. Uma homenagem lírica, divertida e mordaz ao subúrbio americano - e a toda a (duvidosa) normalidade que ele representa - pelas mãos de um dos grandes nomes da literatura dos Estados Unidos.
TODOS NÓS ADORAMOS CAUBÓISpor Carol Bensimon  Cora e Julia não se falam há alguns anos. A intensa relação do tempo da faculdade acabou de uma maneira estranha, com a partida repentina de Julia para Montreal. Cora, pouco depois, matricula-se em um curso de moda em Paris. Em uma noite de inverno do hemisfério norte, as duas retomam contato e decidem se reencontrar em sua terra natal, o extremo sul do Brasil, para enfim realizarem uma viagem de carro há muito planejada. Nas colônias italianas da serra, na paisagem desolada do pampa, em uma cidade-fantasma no coração do Rio Grande do Sul, o convívio das duas garotas vai se enredando a seu passado em comum e seus conflitos particulares; enquanto Cora precisa lidar com o fato de que seu pai, casado com uma mulher muito mais jovem, vai ter um segundo filho, Julia anda às voltas com um ex-namorado americano e um trauma de infância.
 
QUANDO VOCÊ A VIU PELA ÚLTIMA VEZ? – Só Perguntas Erradas #2por Lemony Snicket  Ainda na cidade de Manchado-pelo-mar, o jovem aprendiz Lemony Snicket terá mais um caso para resolver junto com sua tutora, Theodora S. Markson. Desta vez eles foram contratados pela família Knight para encontrar Cleo, a filha desaparecida do casal. A primeira hipótese é a de que ela teria fugido com o circo - mas Cleo era uma química brilhante (e não uma artista) e com certeza teria deixado um bilhete. Então será que ela havia sido sequestrada? As versões das duas principais testemunhas que viram Cleo no dia de seu desaparecimento são divergentes. Ela foi vista pela última vez no mercado Comidas Incompletas ou no restaurante Faminto's? E foi embora de táxi ou em seu carro novinho em folha? Lemony Snicket contará novamente com a ajuda da jornalista-mirim Moxie Mallahan e dos irmãos taxistas Juca e Chico. Mas será que ele desvendará esse mistério? Ou só fará as perguntas erradas mais uma vez?
MADRUGADA SUJApor Miguel Sousa Tavares  Numa madrugada de 1988, três estudantes de Évora e uma jovem de dezesseis anos saem para uma farra regada a muito álcool que terminaria em tragédia. Um dos rapazes é Filipe, último descendente da aldeia alentejana de Medronhais da Serra, hoje habitada por um único homem, seu avô, Tomaz da Burra. O novo romance do português Miguel Sousa Tavares acompanha as vidas desta família desde a Revolução dos Cravos, que derrubou a ditadura de Salazar em abril de 1974, até os dias atuais. O pai de Filipe, Francisco, ficou viúvo muito cedo e sempre pareceu alheio ao que acontecia na aldeia. Mas, com as mudanças políticas, ele parece encontrar na reforma agrária uma razão para viver e decide se mudar para uma fazenda comunal, deixando o filho único para ser cuidado pelos avós. Filipe cresce nesta Medronhais da Serra fora do tempo, um lugar que tinha pouco mais de cinquenta habitantes e demorou muito a ganhar o seu primeiro aparelho de televisão. Ele se torna arquiteto e vai trabalhar em uma cidade costeira do Alentejo, onde passa a conhecer cada vez mais de perto as sujeiras da corrupção política. Ao tentar não se envolver num esquema de fraudes e propinas, voltará a ser assombrado pela trágica noite que viveu na juventude. 'Madrugada suja' alterna a voz de diferentes personagens a cada capítulo. Além de um retrato crítico e acurado sobre as mudanças em Portugal nos últimos quarenta anos, o escritor criou uma história fascinante sobre como os acasos da vida nos levam a situações-limite.
 
LIÇÕES DE AMOR – Garota <3 Garoto #4, por Ali Cronin Donna sempre sonhou em ser atriz. Mas entre ela e seu sonho há um “pequeno” obstáculo: as provas finais de inglês. Para ser aceita em qualquer faculdade de teatro, ela precisa tirar uma boa nota nessa matéria, mas ao que tudo indica será reprovada. Afinal, como a garota conseguirá fazer um trabalho de três mil palavras sobre Romeu e Julieta se mal consegue acompanhar as lições? Assim, incentivada (para não dizer forçada) por seu pai e Barbie, a namorada mais nova e controladora que ele arrumou, Donna vai atrás de um professor particular. Por um anúncio na biblioteca, ela descobre Will, um universitário que ensina inglês para ganhar um dinheiro extra. Desde a primeira aula, Will percebe o potencial de Donna e a ajuda a enxergar a peça de Shakespeare sob uma nova luz. Mas o clima de romance não fica só nas frases escritas há mais de quatrocentos anos: Will é lindo, fofo, inteligente… e parece ter a mesma opinião sobre Donna. O único problema é que esse sentimento reabre cicatrizes profundas no coração dela. Desde que viveu uma experiência amorosa horrível, seu lema passou a ser “não deixe que se aproximem e nunca poderão machucá-la”. Agora ela precisa decidir se irá se proteger - evitando que Will chegue perto demais - ou se colocará tudo em risco e abrirá de vez seu coração, para finalmente viver uma história de amor.
O HISTÓRICO INFAME DE FRANKIE LANDAU-BANKS, por E. Lockhart Aos catorze anos, Frankie Landau-Banks era uma garota comum, um pouco nerd, que frequentava a Alabaster, uma escola tradicional e altamente competitiva. Mas tudo muda durante as férias. Na volta às aulas para o segundo ano, o corpo de Frankie havia se desenvolvido, e ela havia adquirido muito mais atitude. Logo ela chama a atenção de Matthew Livingston, o cara mais popular do colégio, que se torna seu novo namorado e a apresenta ao seu círculo de amigos do último ano. Então Frankie descobre que Matthew faz parte de uma lendária sociedade secreta - a Leal Ordem dos Bassês -, que organiza traquinagens pela escola e não permite que garotas se juntem ao grupo. Mas Frankie não aceitará um "não" como resposta. Esperta, inteligente e calculista, ela dará um jeito de manipular a Leal Ordem e levantará questionamentos sobre gênero e poder, indivíduos e instituições. E ainda tentará descobrir se é possível se apaixonar sem perder a si mesma.
 
EU SOU MALALA, por Malala Yousafzai e Christina Lamb Quando o Talibã tomou controle do vale do Swat, uma menina levantou a voz. Malala Yousafzai recusou-se a permanecer em silêncio e lutou pelo seu direito à educação. Mas em 9 de outubro de 2012, uma terça-feira, ela quase pagou o preço com a vida. Malala foi atingida na cabeça por um tiro à queima-roupa dentro do ônibus no qual voltava da escola. Poucos acreditaram que ela sobreviveria.Mas a recuperação milagrosa de Malala a levou em uma viagem extraordinária de um vale remoto no norte do Paquistão para as salas das Nações Unidas em Nova York. Aos dezesseis anos, ela se tornou um símbolo global de protesto pacífico e a candidata mais jovem da história a receber o Prêmio Nobel da Paz. Eu sou Malala é a história de uma família exilada pelo terrorismo global, da luta pelo direito à educação feminina e dos obstáculos à valorização da mulher em uma sociedade que valoriza filhos homens. O livro acompanha a infância da garota no Paquistão, os primeiros anos de vida escolar, as asperezas da vida numa região marcada pela desigualdade social, as belezas do deserto e as trevas da vida sob o Talibã. Escrito em parceria com a jornalista britânica Christina Lamb, este livro é uma janela para a singularidade poderosa de uma menina cheia de brio e talento, mas também para um universo religioso e cultural cheio de interdições e particularidades, muitas vezes incompreendido pelo Ocidente. “Sentar numa cadeira, ler meus livros rodeada pelos meus amigos é um direito meu”, ela diz numa das últimas passagens do livro. A história de Malala renova a crença na capacidade de uma pessoa de inspirar e modificar o mundo.
BRIDGET JONES: LOUCA PELO GAROTO, por Helen Fielding Catorze anos após o último livro , a autora Helen Fielding nos apresenta uma nova e completamente fascinante fase na vida de Bridget, em seus 50 anos, viúva, mãe de dois filhos  na Londres contemporânea, Bridget retoma seu diário abandonado e mostra que continua a mesma, e ainda mais viva - e ativa - do que nunca. O tempo se encarregou de trazer à sua vida outros dramas e dilemas, mas não levou embora seu jeito estabanado e a personalidade luminosa sem a qual ela não poderia enfrentar os momentos comoventes que a aguardam. Além de não descuidar da balança e manter-se longe dos cigarros, agora ela também precisa se preocupar com sites de relacionamentos, o número de seguidores no Twitter e os perigos de trocar mensagens de texto depois de algumas taças de vinho. Ainda às voltas com os amores, Bridget tropeça em novas confusões e tenta em vão se esquivar das gafes que ajudaram a consagrá-la como uma das personagens mais divertidas da literatura feminina, enquanto figuras antigas e recentes desfilam por sua vida - sobretudo um garoto misterioso que vem para balançar seriamente suas certezas.
 
VIDA, Cruz e Sousa, Bacho, Jesus e Trotski, por Paulo Leminski Quando a Companhia das Letras lançou 'Toda poesia', em fevereiro de 2013, alguns dos livros ali reunidos - como 'Caprichos & relaxos' e 'Distraídos venceremos' - estavam fora de catálogo e vinham sendo procurados pelo amplo público leitor de Paulo Leminski há mais de dez anos. Fenômeno semelhante ocorre com as quatro biografias que Leminski escreveu para a Coleção Encanto Radical ao longo da década de 1980; livros como 'Bashô - a lágrima do peixe' são raridades, e voltam ao mercado com a reedição de um volume único. Sob o olhar poético e apaixonado de um mesmo admirador, essas quatro trajetórias aparentemente desconexas ganham novas dimensões, criam elos e se complementam, em comunicação permanente com a vida e a obra de seu biógrafo. Trótski é visto como um homem de letras, autor do 'mais extraordinário livro sobre literatura' já escrito por um político. Cruz e Sousa é personagem central de um movimento que Leminski chama de 'underground' e que muito o influenciaria; o simbolismo. Bashô, antes de se tornar pai do haikai, foi membro da classe samurai. E Jesus é um 'superpoeta'. Enquanto traz à tona lados de quatro de seus heróis, Leminski revela muito de si mesmo, tão múltiplo e fascinante quanto os biografados, e fornece a seus fãs, em narrativas aliciantes e cheias de estilo, uma gênese de suas principais influências.
LONGE DA ÁRVORE, por Andrew Solomon Diagnosticado com dislexia na infância, Andrew Solomon conta que a superação dessa deficiência só foi possível porque ele pôde contar com a paciente dedicação dos pais, em especial de sua mãe, num lar estruturado. Criado num ambiente privilegiado - a culta classe média judaica de Nova York -, Solomon sempre teve acesso a todo afeto e atenção terapêutica necessários ao tratamento. Entretanto, quando sua homossexualidade latente transpareceu na adolescência, os mesmos pais que sempre o haviam cercado de carinho e compreensão reagiram com intolerância e vergonha. Ele teve de se afastar traumaticamente da família para conseguir vivenciar a plenitude de sua identidade sexual. Muitos anos depois, para tentar entender as relações entre essas duas identidades divergentes das expectativas dos pais, e como elas puderam provocar sentimentos tão antagônicos, o autor realizou uma abrangente pesquisa sobre o universo da diversidade em famílias com filhos marcados pela excepcionalidade. Surdos, anões, portadores de síndrome de Down, autistas, esquizofrênicos, portadores de deficiências múltiplas, crianças prodígios, filhos concebidos por estupro, transgêneros e menores infratores - dez 'identidades horizontais' (isto é, divergentes dos padrões familiares, linguísticos e sociais predeterminados), sujeitas em graus distintos a influências genéticas e ambientais, compõem a constelação de temas deste magnífico tour de force sobre os sentidos de ser diferente e, principalmente, de aprender a amar e respeitar as diferenças.

Eu gostei de vários, sério. Vai ter resenha em breve do "O HISTÓRICO INFAME DE FRANKIE LANDAU-BANKS". E vocês gostaram de quais?

14 comentários:

  1. Oie :)

    Dessa vez a editora arrasou gostei de todos os lançamentos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não me interessei por nenhum dos lançamentos, mas acho que leria o livro Bridget Jones. Somente! Esse do Paulo Leminski parece legalzinho também, mas acho que não leria. Não curto biografias.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Só tem livros bons. gostei mais do primeiro livro :)

    ResponderExcluir
  4. Muitas novidades legais. Eu estou lendo O Histórico Infame, depois vou pegar o segundo desta série Só perguntas erradas que é muito boa e depois, se der tempo, reencontrar Bridget Jones.
    Bom domingo.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. amei quase todos os lançamentos <3 vou colocar alguns na minha estante.

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  6. Adorei as novidades, desejando Vida, amo poesia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Obaaa mais livros para ler RSRSrs
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    http://lizajoneslivros.wix.com/lizajones

    ResponderExcluir
  8. Parecem serem otimos :)
    Me interessei mais por Todos nós adoramos caubóis
    Beijokas, Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
  9. Com exceção de Eu sou Malala, que por não ser um livro de ficção, não gosto muito, gostei de todos os outros lançamentos.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oi Raquel!

    Estão ótimos os lançamentos, o que é uma tentação. Gostei de vários, mas os mais me chamaram a atenção foi Bullet Park, Madrugada Suja e Todos Nós Adorávamos Caubóis.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Bullet Park tem uma capa linda demais! Fiquei mais curiosa pela capa que pela sinopse ><" kkkkkk Agora, quero muito Quando você a viu pela última vez! Adoro o Lemony! Fora esses dois, os demais não encheram meus olhos =s

    Beijos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  12. Ótimos lançamentos!
    Morro de vontade de ler um livro do Lemony Snicket :D

    Beijos!
    Livros e Tsurus

    ResponderExcluir
  13. Esse do Paulo Leminski muito me interessa.
    Curti as dicas. :)
    Beijão

    ResponderExcluir
  14. Olá tudo bem

    Adorei a sinopse de Eu sou Malala adoro histórias baseadas em fatos reais.

    Beijos


    http://www.livrosechocolatequente.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !